Multidão de romeiros e romeiras participam da Procissão e Encerramento da Festa da Mãe da Soledade

0
1875

A devoção à Nossa Senhora com título da Soledade completou neste ano juntamente com a devoção ao Senhor Bom Jesus da Lapa, no dia 06 agosto, 327 anos de romaria. Mas a grande festa da Mãe é comemorada depois da festividade do Filho, no dia 15 de setembro, onde, a Igreja celebra as Sete Dores de Maria.

Depois da ação de graças na Missa festiva, às 7h da manhã,  no fim da tarde, saiu a grandiosa procissão com a Imagem da Senhora e Rainha do Santuário da Lapa, Mãe do Salvador. Os devotos ao ver o andor se aproximando da esplanda, tiravam fotos, se emocionavam e rendiam graças e louvores a Deus pelo amor desta Santíssima Senhora na vida de cada fiel.

Pe. Roque Silva, CSsR, em sua pregação nesta abençoada noite, refletiu sobre a devoção que em três séculos é mantida pela fé dos romeiros e romeiras. Exaltou a importância do primeiro romeiro, Francisco de Mendonça Mar, fundador deste Santuário, que trouxe em 1691, as duas devoções, Bom Jesus da Lapa e Nossa Senhora da Soledade para viver uma vida dedicada a Deus dentro deste morro.

Citou, referindo ao Ano Nacional do Laicato, que o Monge viveu muito tempo nesta gruta como leigo doando a sua vida aos mais necessitados e evangelizando a todos que buscavam naquele Templo o auxílio da Soledade e do Senhor Crucificado. Depois, foi chamado para se preparar nos estudos do  sacerdócio pelo arcebispo de Salvador, Dom Sebastião Monteiro da Vide. Já ordenado padre, mudou o seu sobrenome para honrar a Virgem Maria que era sua companheira na solidão daquela gruta, se consagrando como Pe. Francisco da Soledade.

Como um gesto de gratidão ao ouvir as belas palavras do Missionário Redentorista direcionado ao primeiro romeiro, que falou as seguintes frases  “Pe. Francisco da Soledade, ou Francisco de Mendonça Mar, ainda não foi canonizado pela Igreja, ainda não é reconhecido com beato, como santo. Mas se a gente olhar esta esplanada em cheia, na festa do Bom Jesus, na festa da Soledade e durante todos os dias do ano, a gente contempla o grande milagre de Francisco. Ele merece ou não merece ser santo? ” E todos os devotos fizeram uma grande salva de palmas ao caridoso penitente monge por nos deixar estas duas grandes heranças de fé.

Dom João Santos Cardoso, agradeceu a todos os padres e o povo de Deus por esta bela festa. Reforçou em sua mensagem sobre a importância de Maria como a grande modelo para os leigos e leigas. Finalizando, suplicou a intercessão da Santíssima por um retorno seguro de cada devoto para suas cidades, abençoando-os com a Imagem do Bom Jesus.

 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here