EM PARCERIA COM O COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SÃO FRANCISCO (CBHSF), A PASTORAL DO MEIO AMBIENTE (PMA) DA DIOCESE DE BOM JESUS DA LAPA TAMBÉM ‘VIRA CARRANCA’

0
221

O dia 03 de junho, Dia Nacional em Defesa do Rio São Francisco, foi instituído pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), e coloca o Velho Chico para sempre no calendário brasileiro de eventos. A criação dessa data comemorativa, próxima ao Dia Mundial do Meio Ambiente, foi associada à campanha lançada em 2014, com o tema “Eu viro carranca pra defender o Velho Chico”. Seu ícone é a carranca, maior símbolo do rio São Francisco. Tal campanha foi criada como estratégia para chamar a atenção da população para os graves problemas enfrentados pelo rio e sua bacia, e para a necessária e urgente revitalização, a fim de que o Velho Chico continue alimentando a vida e a esperança dos 18 milhões de brasileiros que dependem de suas águas. 1

Neste ano de 2019, nos dias 02 e 03 de junho, a campanha “Sou Mais Velho Chico #VireCarranca” aconteceu nas cidades de Três Maria (MG), Bom Jesus da Lapa (BA), Juazeiro (BA) e Pão de Açúcar (AL). A cidade de Bom Jesus da Lapa foi a escolhida sediar a mobilização que acontece no médio São Francisco. Mobilizada pelo CBHSF, essa campanha contou com a parceria da Secretaria do Meio Ambiente e de diversas entidades e instituições de nosso município, incluindo a Pastoral do Meio Ambiente (PMA).

As atividades tiveram início na manhã do Domingo, na Praça da Catedral Nossa Senhora do Carmo, em abertura solene com autoridades e personalidades da cidade, e bênção proferida pelo Padre Lécio, missionário redentorista. Dali, os manifestantes partiram para a comunidade ribeirinha da Barrinha, para a realização do ato de “peixamento”, que se deu com o depósito de 30 mil alevinos de Curimatá, peixe nativo do Velho Chico, doados pela CODEVASF.

A tarde do Domingo transcorreu com apresentações culturais do grupo de Capoeira do Mestre Fazinho e Metra Raquel, dos alunos de Tai-kwon-do do Mestre Valdemir e apresentação musical de Paulo Araújo. A programação do dia foi encerrada com a Missa na Catedral, presidida pelo Pe. Lécio, CSsR.

Na segunda feira, dia Nacional em Defesa do Velho Chico, o CBHSF organizou uma grande caminhada que partiu da Igreja Bom Jesus dos Navegantes, situada no bairro Nova Brasília, passando pelo centro da cidade e finalizando na Praça da Catedral.

A caminhada contou com a presença de diversos segmentos, com destaque para os movimentos sociais, quilombolas, CPT, PMA, professores e alunos de diversas escolas. O trajeto finalizou na Praça da Catedral.

O dia transcorreu com visitação de alunos de diversas escolas às tendas temáticas e exposição de artes. O encerramento deu-se à noite, com a belíssima peça teatral “Velho Chico: Histórias, Contos e Lendas”, representada por atores de nossa cidade e região no Teatro Municipal Ivonildes de Melo.

É preciso agir, e esse já é um passo importante. Comungando do mesmo Espírito que nos impulsiona a sensibilizar a sociedade civil para o cuidado de nossa casa comum, a PMA renova a esperança de vida para o Velho Chico.

 

Por: Peterson Mendonça – PMA Diocesana

                              1 Informações coletadas do site https://virecarranca.com.br/a-campanha/

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here