Paróquia São Sebastião celebra “Cocos: um novo Pentecostes”: “Recebei o Espírito Santo e sereis minhas testemunhas até os confins da terra”

0
34

No último sábado, 8, a Paróquia São Sebastião celebrou solenemente a Vigília do Divino Espírito Santo, com a realização do “Cocos: um novo Pentecostes”. Foi um momento de grande graça e de renovação da fé pela ação do Espírito Santo. A Praça da Matriz se tornou um grande Cenáculo, onde toda comunidade ali reunida celebrou com grande alegria às vésperas da Solenidade de Pentecostes.

Seguindo a programação pastoral da comunidade durante todo o Tempo Pascal, toda Paróquia se envolveu numa dinâmica de espiritualidade celebrativa, tendo em vista preparar e celebrar o “Cocos: um novo Pentecostes”. A Capelinha Peregrina do Divino, entregue às comunidades e setores na Solenidade do Domingo de Páscoa, percorreu todas as comunidades rurais e setores urbanos, visitando as famílias realizando celebrações e novenas, que animou e preparou os fieis para a grande Solenidade. Chegado o dia, todo o povo, como que em uma grande Romaria, peregrinaram para a praça da matriz e celebraram essa bonita festa/solenidade da Igreja.

A Celebração contou com a participação das comunidades rurais e setores urbanos que formam a Paróquia. A Vigília se realizou com expressões litúrgicas que mostraram a grandeza e significado da Solenidade de Pentecostes. Liturgia do dia e espaço litúrgico preparado, comunidade animada e envolvida em todo ato litúrgico.

Celebrar a Solenidade de Pentecostes, não significa somente rememorar um acontecimento marcante, mas é atualizar na vida da comunidade o cumprimento da promessa feita pelo próprio Cristo: “não vos deixarei órfãos, o Pai vos dará o Paráclito, o Consolador” (Jo 14,16). Celebrar o Divino é celebrar o sopro da vida nova em Cristo, renovada pela sua ressurreição que implica na nobre e importante missão cristã a todos os batizados/as: “recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas até os confins da terra” (At 1, 8).

 

Texto – Pe. Heber.

                                                                Imagens – Pascom Paróquia São Sebastião

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here