Missionários da Áustria visitam a Diocese de Bom Jesus da Lapa e participam da 42ª Romaria da Terra e das Águas

0
52

 

Entre os dias 05 a 08 de julho de 2019, a Diocese de Bom Jesus da Lapa teve a honra e alegria de receber o casal missionário Eva Rinner e Martin Fuchs, da Diocese de Graz, na Áustria.

O casal foi acolhido durante a missa de abertura da Romaria da Terra e das Águas que foi presidida pelo bispo local, Dom João Santos Cardoso. Marcado por um momento de muita emoção o casal se apresentou no presbitério levando uma cruz símbolo da Fraternidade entre as dioceses de Graz e Bom Jesus da Lapa. Essa cruz foi confeccionada com madeiras de ambos os países e adornada com fitas nas cores de suas bandeiras e duas garrafinhas contendo as águas dos rios Mür e São Francisco. A cruz da Fraternidade se juntou às diversas cruzes trazidas pelos romeiros e romeiras da terra e das águas, vindos do campo e das cidades de diversas dioceses de todo o Brasil, e foi componente simbólico desta 42ª romaria com cerca de seis mil romeiros.

Acolhida de Eva e Martin, na Missa de abertura da Romaria.

Nos dias que se seguiram, o casal missionário fez questão de participar de todos os momentos da Romaria, marcando presença no ofício da Imaculada Conceição, Plenarinho “Rio São Francisco e outras Bacias”, Via Sacra, Noite Cultural, Santa Missa da Ressurreição e visita à Rancharia de Feira da Mata, quando foram acompanhados pelo Pe. Héber Pedroso e tiveram a oportunidade de conhecer as acomodações dos romeiros, participar de um almoço fraterno e não deixaram de elogiar a “deliciosa feijoada” oferecida pelo grupo.

O auge da participação dos missionários se deu na celebração da Grande Plenária de encerramento da romaria, onde o casal fez a proclamação do Evangelho segundo Lc 10,1-12.17-20. A convite da coordenação para fazer parte deste momento, mostraram-se bastante emocionados e disseram “honrados e  gratificados” pelo convite.

Sendo esta a nona experiência do casal no Brasil, disseram estar encantados por terem participado da Romaria da Terra e das Águas, em sua 42ª edição. Segundo Eva, “Tivemos a oportunidade de reviver a Igreja que nos encantou logo nas primeiras visitas ao Brasil, com seu fervor popular e de libertação!”. Atualmente, eles disseram que tem sido muito mais visível, sobretudo pelos meios de comunicação, uma Igreja com tendência muito mais piedosa e de menos inserção social, o que contraria o convite do papa Francisco para sermos uma “Igreja em Saída”, pois é preciso ir para o mundo, junto com o Cristo, ao encontro de suas necessidades.

Eva e Martin em almoço na casa de Dom João, bispo diocesano.

A Romaria da Terra e das Águas lhes reavivou a esperança e a certeza de que, pelo Espírito que move a Igreja, a Profecia continua viva. Além de ser mais um momento de fortalecimento dos  laços de Fraternidade entre as duas dioceses.

Texto: Abeltânia Santos (CPT Centro Oeste), Leandra Bastos (Escola Diocesana de Formação Teológica e Pastoral) e Peterson Rodrigues (Pastoral do Meio Ambiente)

Fotos: Arquivo pessoal e CPT

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here